Ambulatório Integrado dos Transtornos do Impulso

Tricotilomania

Primeiramente o médico deve-se descartar a hipótese de alguns problemas dermatológicos como: muita coceira, machucado, irritação no couro cabeludo e queda de cabelo. Por que a Tricotilomania é uma doença psiquiátrica onde a pessoa apresenta um comportamento repetitivo de arrancar os cabelos ou outros pelos do corpo como das sobrancelhas, cílios, braço, barba ou mesmo das áreas íntimas, causando uma falha na região arrancada, que frequentemente ela com o tempo irá tentar disfarçar. Por conta desse comportamento a pessoa pode sofrer emocionalmente chegando ao ponto de se isolar socialmente e mesmo deixar de fazer coisas importantes no seu dia a dia como trabalhar estudar, sair de casa. Lembrando que para ser caracterizado como tricotilomania a pessoa fica tensa antes ou durante o ato de arrancar e que quase sempre depois de arrancar sente um grande prazer ou alivio.

Critérios diagnósticos segundo o DSM-5

A- Comportamento recorrente de arrancar os cabelos, resultando em perda de cabelo.
B- Repetidas tentativas para diminuir ou parar de arrancar o cabelo.
C- Arrancar o cabelo causa sofrimento clinicamente significativo ou comprometimento social, ocupacional ou em outras áreas importantes de funcionamento.
D- O arrancar cabelo ou a perda de cabelo não é atribuível a outra condição médica (i.e., uma condição dermatológica).
E- Arrancar o cabelo não é melhor explicado pelos sintomas de outro transtorno mental (i.e., tentativas de melhorar um defeito percebido ou uma falha na aparência como no transtorno dismórfico corporal).

Tipos de tratamentos oferecidos pelo PRO-AMITI / IPq-HC-FMUSP

  • Acompanhamento médico psiquiátrico individual.
  • Psicoterapia em grupo e individual na abordagem cognitivo-comportamental.
  • Eventualmente poderá ser encaminhado ao médico gastroenterologista.

  • Dias e horários da semana dos atendimentos:

    Os atendimentos acontecem às quintas-feiras das 8h às 11h.

    Abaixo seis perguntas que poderão estar identificando um portador de tricotilomania:

    1-) Você tem o “hábito” de arrancar cabelos e/ou pelos do corpo?
    2-) Às vezes, você percebe que este hábito é incontrolável? Descreva as características desse hábito.
    3-) Você costuma ficar muito preocupado(a) com esse comportamento? Costuma, em função disso, deixar de fazer coisas ou sair de casa?
    4-) Você fica por muito tempo envolvido(a) com esse comportamento?
    5-) Você chega a se isolar em função desse comportamento?
    6-) Você se lembra de quando esse comportamento iniciou, ou consegue associá-lo com algum fato ou situação de sua vida? Descreva.


    PRO-AMITI
    Serviço do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP

    R. Dr. Ovídio Pires de Campos, 785
    São Paulo/SP - Brasil - CEP 01060-970

    + 55 11 2661-7805

    HORÁRIOS DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO:
    Segunda até quarta: 10h às 16h - Sexta: 09h às 15h
    O NOSSO ATENDIMENTO TELEFÔNICO NÃO ESTARÁ DISPONÍVEL AS QUINTAS FEIRAS

    contato@proamiti.com.br / proamiti.secretaria@gmail.com

    (C) 2015 AMITI - Ambulatório Integrado dos Transtornos do Impulso - Todos os direitos reservados.